Eu não tenho tempo. Gerenciamento de tempo

Eu não tenho tempo! Vamos falar de gerenciamento de tempo?

“Eu não tenho tempo” é repetidamente dita por todos nós quando nos encontramos atarefados demais e não enxergamos nenhuma luz no fim do túnel.

No entanto, talvez apenas nos falte encontrar o caminho certo para um gerenciamento de tempo e de rotina que se adeque à nossa vida.

Gerenciar nosso tempo parece algo difícil e acreditamos que somente pessoas muito bem organizadas conseguem ser donas do seu próprio tempo.
Olhamos para essas pessoas como se elas fossem muito tranquilas, centradas e felizes.
Normalmente observamos que elas têm tempo de sobra para exercer várias atividades. E nunca aparentam cansadas ou estressadas.

No fundo isso é uma verdade. Algumas pessoas parecem mesmo que vivem em outro mundo! Dificilmente a falta de tempo será um problema para elas. Elas conseguem ler, ir à acedemia, são pontuais com seus compromissos, entregam tudo dentro do prazo, etc…

Você pensa: Porque elas conseguem fazer tanta coisa e eu não tenho tempo para nada mais além do que já faço?

Gerenciamento de tempo. Porque parece que nunca temos tempo?

Todos nós temos as mesmas 24 horas. Ninguém tem nem um segundo a mais ou a menos. A forma como administramos essas horas é que vai fazer a grande diferença, ou seja, o que vamos fazer com o nosso tempo somos nós que determinamos.
Sendo assim, podemos fazer nossas escolhas quando queremos gerenciar melhor nossa rotina. Como resultado, podemos aproveitar cada minuto produzindo melhor e ainda termos uma vida mais saudável.  Com um pouco de esforço para esse aprendizado, passamos a ter tempo para fazer tudo, ou quase tudo, que quisermos fazer!

Criação de hábitos.

Criar hábitos é muito importante quando queremos gerenciar melhor nossa rotina e nosso tempo. Imagine que você goste de ler, mas são tantas as tarefas diárias que sempre vai deixando o livro para “quando der eu leio”. Passa o ano inteiro e nem saiu da primeira página.
Mas pode acontecer diferente…Quando determinamos alguns mintuos por dia para essa prática de leitura, por exemplo, (ou qualquer outra que gostamos, queremos ou precisamos fazer), criamos o hábito de ler. Certamente vamos ler o livro inteiro e nos surpreender com o resultado.
Pense comigo com esse exemplo: o livro tem 400 páginas. Se você ler 10 páginas por dia, em 40 dias terá lido!
Uma meta foi estabelecida…e com o passar dos dias, torna-se naturalmente um hábito bom que você adquiriu. E isso te trará prazer, relaxamento, capacidade de organização e gerenciamento do tempo que é só seu, de fato!

Para gerenciar nosso tempo é preciso estar, em primeiro lugar, determinado a mudar, a seguir algumas regrinhas e disposto a criar novos hábitos.

Aqui vão algumas dicas que podem ajudar você a não mais dizer “eu não tenho tempo”.

  • Tenha uma visão muito clara da sua rotina. Liste tudo aquilo que você faz.
  • Quanto tempo dorme, quanto tempo se dedica ao trabalho, à familia, ao lazer, por exemplo?
  • A seguir faça uma avaliação sobre esses dados. Está satisfatório assim? Precisa mudar alguma coisa?
  • Dorme o suficiente? Tem momentos com seus familiares, amigos? Produz o suficiente no trabalho?Após essa sincera avaliação, é hora de pensar no que pode ser mudado, ajustado e melhorado.
    Se você chegar a uma conclusão, por exemplo, que poderia dormir uma hora a menos sem que isso o prejudicasse, você faria?
    Trocaria uma hora de sono por uma hora de academia, se isso fosse importante para você?
    Concordaria em delegar algumas tarefas no trabalho para que se dedicasse mais ao seu projeto?

    São perguntas certas que farão você chegar a um fator determinante para que possa rever sua rotina e seus hábitos, tanto pessoais quanto profissionais. E os dois juntos!

    Se for preciso mudar, mude agora.

Os vilões da produtividade

  • Certamente você, assim como a maioria, perde o foco com várias distrações diariamente. E isso rouba o tempo…faz parecer que “eu não tenho tempo”.
    Celular, redes sociais, conversas com o colega de trabalho, e-mails pessoais, cafezinho na recepção. Enfim, coisas que a princípio parecem insignificantes, mas que nos prejudicam muito.
    Se fizermos ajustes nessas distrações, certamente sobrará tempo para outras coisas! É claro que tirar alguns minutos para uma pausa, uma conversa rápida para descontrair e outras atividades são ótimas quando usadas ou feitas sem exageros.
  • Divida as tarefas em : urgentes, importantes, circunstanciais.  Liste-as diariamente ou no dia anterior para gerenciar seu dia seguinte. Tarefas que ficam somente na memória podem ser esquecidas.

    Só não esqueça de  NÃO se ocupar todo o dia somente com as tarefas profissionais.

    Imprevistos acontecem e você pode precisar de um tempinho para surpresas: trânsito ruim, um médico, uma reunião de emergência….

  • Foque no que está fazendo no momento. O aqui e agora. Comece algo e termine. Se surgir algo que leva menos de 5 minutos para ser feito, faça! Não procrastine.
  • Planeje a semana, o mês, o ano…e tenha estratégias viáveis para atingir todos os objetivos.
  • Descubra em qual período do dia você se sente mais motivado e criativo e utilize isso a seu favor.
  • Não deixe de se divertir e fazer coisas pessoais importantes. Isso te deixará mais feliz e mais leve para seguir em frente.

Se você já teve essa percepção de que realmente quer “ter mais tempo”, basta se dedicar a esse gerenciamento com eficácia e determinação.

É possível e é importante!

Leave a Reply

Your email address will not be published.