E-commerce e seu crescimento

E-commerce é a tendência

E-commerce é a abreviatura de comércio eletrônico. É o presente. É o futuro.
O e-commerce é a tendência. Ele vem crescendo cada dia mais e hoje é a atividade de compra e venda pela internet que mais se destaca no mundo do consumidor.

Se compra de tudo online, livros, móveis, produtos eletrônicos, alimentos, roupas, utensílios de cozinha… enfim, encontramos praticamente tudo nas plataformas do e-commerce.

Isso não significa que o comércio tradicional acabou ou terá um fim, mas a verdade é que está perdendo força. No momento a grande maioria das lojas físicas já está evoluindo ou, pelo menos, operando nas duas formas: online e física.

Empresas de pequeno porte, principalmente, optam com muita frequência pelo market place ( o nosso shopping center online). Vendas são feitas diretamente pelo whatsApp.  Todas essas formas de compra e venda estão fazendo bastante sucesso e as vantagens também são muitas.

Há quem goste e quem não goste das compras online. Mas o fato é que é uma tendência e os benefícios para muitos são enormes.

Segundo o site https://www.ecommercebrasil.com.br/, no Brasil o e-commerce segue em expansão. No mês de dezembro de 2020, registraram alta de 53,83%, em relação ao mesmo período de 2019. O faturamento, considerando a mesma base comparativa, teve crescimento de 55,74%.
Em novembro, a composição de compras realizadas pela internet, por segmento, ficou da seguinte forma: equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (41,8%); móveis e eletrodomésticos (25,9%); e tecidos, vestuário e calçados (11,8%). Na sequência, artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (7,5%), outros artigos de usos pessoal e doméstico (7,4%); hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (3,3%); e, por último, livros, jornais, revistas e papelaria (2,3%). Esse indicador também utiliza a Pesquisa Mensal do Comércio do IBGE como base.”

Esse avanço do comércio eletrônico está ligado a diversos fatores sociais, econômicos e tecnológicos, como por exemplo:

  • Facilidade do uso da internet e maior número de usuários de celulares
  • Métodos de pagamentos mais rápidos e seguros
  • Experiências positivas do consumidor
  • Mais praticidade e conforto na escolha dos produtos
  • Mais ofertas e facilidades de compras em diversas partes do mundo
  • Produtos diversificados
  • Compras a qualquer hora do dia ou da noite
  • Pesquisas imediatas sobre produtos e serviços
  • Alcance às avaliações de outros consumidores sobre a loja, produtos, atendimento, etc
  • Economia de tempo
  • Mais liberdade (Ausência de contato com o vendedor )

Além desses fatores, existem muitos outros, mas eu reforço que o consumidor mudou e precisamos ocupar nosso lugar ao seu sol!  Hoje ele está muito mais imediatista, mais bem informado e exigente.
Essa experiência do e-commerce é muito positiva para ambas as partes. É fato que o panorama do e-commerce evidencia um futuro muito promissor e não podemos ignorar a importância da adaptação neste mundo online, seja qual for o nosso segmento.

Leave a Reply

Your email address will not be published.