Coworkings

Coworkings: uma nova proposta de ambiente de trabalho

Os coworkings, esses ambientes de trabalho compartilhados, estão se tornando cada vez mais uma febre no mundo todo. E no Brasil não é diferente, provocando uma mudança na relação das pessoas com seus ambientes de trabalho.

Muitas pessoas têm encarado de forma diferente o trabalho e a carreira. Aquele sonho de se formar em uma universidade, ter uma profissão bacana e ir em busca de empregos em empresas sólidas, mudou.
Isso tudo tem dado lugar ao empreendedorismo e a liberdade de construir seu próprio negócio a partir de suas próprias ideias.

Sabemos que todo começo da vida do empreendedor é difícil na maioria das vezes!
Por essa e outras razões, a busca pelos coworkings vem crescendo muito. Essa prática pode ser altamente vantajosa para esses novos empreendedores. Especialmente porque acaba gerando uma economia muito grande se comparado aos gastos de um escritório tradicional.

O Brasil vem aderindo a essa tendência do coworking há alguns anos.

Cada vez mais, os coworkings vêm sendo procurados por profissionais que entendem que estamos era da mobilidade e do compartilhamento.

Na maioria das vezes esses espaços são descolados e harmoniosos, proporcionando mais foco e produtividade aos coworkers.
Em um amiente compartilhado de trabalho é muito comum também o networking.
Pessoas se conhecem, convivem, trocam informações e experiências. E muitos negócios! Tudo que um empreendedor precisa, não é?

Sem contar que o coworker não precisa se preocupar com as questões estruturais e administrativas do local de trabalho, otimizando seu tempo e focando mais em seus negócios.

Segundo a revista Exame, no Brasil o segmento de coworking cresce em ritmo acelerado.

De acordo com o Censo Coworking Brasil, o mercado de escritórios compartilhados cresceu 52% em 2016 e apresentou nova alta de 114% em 2017.

Ainda assim, a demanda por esse tipo de serviço segue aquecida — não apenas no Brasil, mas em todo o mundo, já que os espaços de coworking ainda representam menos de 1% do total de escritórios em operação no planeta. Estimativas internacionais já indicam que o modelo poderá responder por até 30% das áreas de trabalho até 2030.

Mas, como escolher o coworking ideal para o seu segmento de trabalho?

Momento dicas:

  • Localização: é importante avaliar se o local é relativamente próximo a sua residência ou que tenha rápido deslocamento através de transporte coletivo.
  • Estrutura: o espaço possui uma boa internet, salas de reuniões, espaço para alimentação, espaço para um networking descontráido? Estacionamento?
  • Segurança: Dentro do coworking e nas imediações,  é muito importante que todos estejam seguros. Iluminação externa é boa? Possui tecnologia para proteção? (alarme, câmeras, etc)

 

Outros fatores podem influenciar na escolha do coworking, mas esses que citamos são básicos e devem ser avaliados no momento da escolha.

E você, tem aalguma experiência de trabalhar em um coworking? Conte pra nós!

Leave a Reply

Your email address will not be published.